Felicidade 4.0!

Atualizado: 2 de Ago de 2019

Já postei conteúdo explorando o fato de os países nórdicos, mais uma vez, terem ocupado os primeiros lugares quando o tema é a Felicidade de seus povos. Ficou evidente que a “Educação”, em um conceito robusto e amplo, tem peso fundamental na ”Felicidade” e no “Bem-estar”, gerando oportunidades interessantes aos profissionais de Coaching, Mentoria e RH: criem e motivem programas de Educação nas empresas e instituições, de forma a envolverem os clientes em vários tipos de aprendizagem. Não restritos à aprendizagem formal, os gestores e demais lideranças terão motivação para concretizar ímpetos criativos e inovadores. E com a sensação de alcançar a “Felicidade” e o “Bem-estar”, a produtividade aparecerá, a empresa crescerá e toda a sociedade se beneficiará com essa integração plena.


Porém, alguém poderia criticar aquela minha postagem por fazer referência a um fato, sem explorar caminhos e dicas que podem nos ajudar a conquistar a “Felicidade 4.0” em um mundo volátil e complexo. Em outras palavras, há algum método ou prática que podemos exercitar nessa busca de algo tão mágico e desejado? Em tempo, antes que me acusem de desconhecer aspectos geográficos internacionais, quero lembrar que os países nórdicos são Dinamarca, Finlândia, Islândia, Noruega e Suécia, além de outras regiões autônomas (no estrito senso, países escandinavos não incluem a Finlândia e a Islândia).


Feita a observação, vamos começar este jogo interessante, tanto mais sendo eu um apaixonado por tudo o que acontece naquele maravilhoso lado do mundo. Para informação geral, a Finlândia foi a vencedora mais uma vez no quesito “Felicidade”, o que valoriza esse país classificado como o mais estável, mais seguro e melhor governado do mundo. Está também entre os menos corruptos, os mais socialmente progressistas e com a polícia mais confiável do mundo.


Ainda que seja onde se paga imposto em nível muito alto, os finlandeses entendem que os investimentos públicos são de qualidade, com saúde e ensino de alto nível. Então, procurei identificar algumas atitudes (ou se quiser, chame de hábitos) que são muito importantes para um nórdico construir essa tal de “Felicidade”. Garanto que, se o leitor aplicar essas ideias no seu cotidiano, diminuirá o estresse e construirá uma ponte segura para viver plenamente seu dia a dia.


Eis cinco dicas: (a) pratique o que, em finlandês, chama-se SISU, conceito com mais de 500 anos e de difícil tradução (dizem ser tão simples que, por vezes, torna-se necessário um livro para explicá-lo), que significa “coragem” ou “força interior”; (b) assuma sem medo o seu LAGOM, palavra sueca que remete a um estilo de vida baseado na consciência social, na moderação e na sustentabilidade, algo que se tornou uma tendência nos países mais felizes do mundo; (c) conheça e pratique o conceito de FRILUFTSLIV, algo quase sagrado, que é de “vida ao ar livre”, justamente convidando cada pessoa a se reconectar com a natureza; (d) pratique o que os dinamarqueses chamam de ARBEJDSGLÆDE, um conceito de felicidade em que é fundamental responder honestamente à seguinte pergunta: por que eu trabalho feliz onde eu trabalho?, e; (e) exercite seu GEZELLIGHEID, que significa convivência, aconchego ou diversão. A palavra serve para descrever uma situação social, com relax e tempo gasto entre amigos ou familiares, com uma sensação calorosa.


Leia artigo completo em: http://www.cloudcoaching.com.br/felicidade-4-0-em-um-mundo-vuca/post#.XPlxZhZKjIU

Foco em competências e resultados

  • Canal Dimensões de Sucesso
  • Instagram Dimensões de Sucesso
  • Face Dimensões de Sucesso
  • Dimensões de Sucesso Linkedin
  • Twitter Dimensões de Sucesso

Rua do Russel 807/4ºa – Glória

Rio de Janeiro - RJ CEP: 22210-010

(para correspondências, enviar aos cuidados à MDM Assessoria em Negócios)

© 2019 por Dimensões de Sucesso

Portal administrado por MDM Assessoria em Negócios - CNPJ 04.503.806/0001-53