Uma nova geração do Coaching!

Atualizado: 2 de Ago de 2019

Há cerca de um ano, decidi explorar os conceitos, impactos e projeções futuras que hoje existem sobre o chamado mundo VUCA (Volátil, Incerto, Complexo e Ambíguo), trazendo para este espaço parte daquilo que julgo relevante e interessante de ser divulgado. Hoje, farei uma reflexão (ou seria especulação?!) a partir de publicações de Reinhard Stelter, pesquisador da Universidade de Copenhagen-Dinamarca. Ele escreveu um livro com o título “Um guia para a terceira geração do Coaching”. Derivando do livro, avançou com o tema publicando o artigo de título (versão livre) “A terceira geração de Coaching – na busca de diálogos orientados por colaboração e valores” na International Coaching Psychology Review (Vol. 9 No. 1 March 2014).


Antes de continuar com esta postagem, devo afirmar que, nessa época, ele já antecipou o que hoje se pode chamar de Coaching 4.0, baseado no mundo VUCA e na imensa inserção tecnológica com a qual convivemos na vida profissional e pessoal. Na conclusão do livro, Reinhard convida o leitor a entender o Coaching de terceira geração de forma ampliada, explorando bastante a capacidade mútua do diálogo, algo em linha com a reflexão, compartilhamento e a aplicação do que se fala (e ouve) na perspectiva da própria vida.

Para Reinhard, resumidamente, o Coaching de terceira geração revela um novo universo para o âmbito da pesquisa social atual, com novas teorias e discursos sobre liderança, pois aborda toda ação em perspectiva social ampliada, ou seja, explora profundamente o diálogo considerando as diferentes nuances de uma sociedade hipercomplexa e ambígua. Hoje, o conhecimento precisa ser moldado e aplicado em contextos e situações específicas, pois tanto em nossas vidas pessoais quanto em outras situações do cotidiano, temos que aprender a negociar. O Coaching pode nos ajudar a gerar novos conhecimentos e a gerenciar essa transformação social, nossa e dos outros, facilitando assim reflexões e perspectivas, bem como empoderamento e apoio na autoformação.


O coaching de terceira geração enfoca o coach e o coachee colaborando na narrativa. Ele difere bastante do coaching de primeira geração, em que o foco está em ajudar o coachee a atingir um objetivo específico, bem como do coaching de segunda geração, pelo qual o coach assume que o coachee sabe reconhecer implicitamente os melhores caminhos de solução para desafios particulares. O coaching de terceira geração tem a agenda menos orientada para os objetivos, e muda o foco para ser mais profundo e sustentável em valores e identidade com o trabalho. A isso que Reinhard defende eu acrescento: ele já previa criar um novo escopo para o Coaching, vendo a transformação VUCA do mundo, mas ainda sem utilizar esta expressão.


Leia artigo completo em: http://www.cloudcoaching.com.br/a-terceira-ou-a-quarta-geracao-do-coaching/post#.XPlxyhZKjIU

Foco em competências e resultados

  • Canal Dimensões de Sucesso
  • Instagram Dimensões de Sucesso
  • Face Dimensões de Sucesso
  • Dimensões de Sucesso Linkedin
  • Twitter Dimensões de Sucesso

Rua do Russel 807/4ºa – Glória

Rio de Janeiro - RJ CEP: 22210-010

(para correspondências, enviar aos cuidados à MDM Assessoria em Negócios)

© 2019 por Dimensões de Sucesso

Portal administrado por MDM Assessoria em Negócios - CNPJ 04.503.806/0001-53